11 de fev de 2016

Ferrari tem o valor mais alto do IPVA; triciclo é o veículo que paga menos

Imagine gastar só com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos (IPVA) o mesmo valor que daria para comprar mais de quatro carros populares, zero quilômetro, como um Palio Fire 1.0, de duas portas, modelo conhecido como o mais barato do país (R$ 28,7 mil). Essa é a realidade para o proprietário de uma Ferrari FF, que terá que pagar R$ 122,5 mil para quitar o imposto. Com o IPVA mais caro de Minas, o esportivo italiano, modelo 2015, tem motor 6.2 V12 com 660 cavalos.

Com a guia de R$ 93,7 mil, o segundo modelo com IPVA mais alto é a Ferrari F12 Berlinetta, fabricado em 2013.
O terceiro e quarto lugar do pódio também são ocupados por possantes da marca italiana – Ferrari FF, de 2012, e 458 Spider, de 2013.

Ainda impressiona o valor de R$ 60,6 mil do tributo da Lamborghini Huracan LP 610-4, da fabricante italiana de automóveis desportivos de luxo, modelo 2014.

Por outro lado, há condutores que vão desembolsar menos de R$ 1 com o imposto.
É o caso do Triciclo Mon/Prototipo, fabricado em 1972, cujo IPVA custa R$ 0,84, o mais barato de Minas. Com 37 anos de uso, o dono do Triciclo BP terá que pagar R$ 0,96 pelo imposto.

Neste ano, em média, os proprietários de carros, motos e caminhões no Estado pagarão 3,3% a menos de IPVA, em relação ao exercício anterior. O cálculo é feito com base no valor de mercado do veículo e pode variar de 1% a 4%, conforme o automóvel. Um dos motivos para a redução média é a desvalorização dos veículos usados.
A Receita Estadual espera arrecadar R$ 4,5 bilhões com o IPVA dos veículos tributáveis em Minas. O número representa uma alta de 14% sobre 2015. De acordo com o último balanço da Secretaria de Estado da Fazenda, R$ 1,8 bilhão foram arrecadados, 44% do total previsto.

Conforme o Hoje em Dia mostrou na edição do último dia 2, a crise deixou a quitação dos impostos à vista uma tarefa ainda mais difícil para o contribuinte neste ano.

Só 26% dos donos de veículos conseguiram pagar, em cota única, o IPVA. A fatia é bem menor do que a de 2015, quando 30% quitaram a taxa de uma tacada só. Em 2012, entretanto, quando a turbulência não havia atingido o país, 32% liquidaram a fatura total.

RETRANCA

Faixa de valor do imposto revela ‘retrato da sociedade’

Enquanto para um seletíssimo grupo de proprietários de veículos o valor do IPVA passou dos R$ 50 mil, quase 40% dos motoristas em Minas pagarão, no máximo, R$ 149. Outros 20% devem gastar entre R$ 150 e R$ 500.
Para o economista e professor de Auditoria Governamental da FGV/Faculdade IBS, Cláudio Alfradique, a tabela com a faixa de preços do IPVA é um espelho da alta concentração de renda que persiste no país, nos estados e nas cidades, apesar dos avanços nos últimos anos.

“Os dados mostram que 60% dos mineiros devem pagar até R$ 500 de IPVA. Isso corrobora, por exemplo, com o fato de que 60% das famílias brasileiras ganham até R$ 2 mil. Por isso, possuem veículos e motos com mais anos de uso e mais baratos”, afirma.

Por outro lado, o professor afirma que só 1% da população recebe de R$ 13 mil a R$ 33,9 mil. “Então se compararmos com a escala dos valores do IPVA, percebemos que é como um retrato da sociedade”, diz Alfradique.
Mesmo com a crise econômica, Belo Horizonte não para de receber novos carros exclusivos, fato que pode ser percebido em uma rápida volta durante os finais de semanas pelas regiões mais nobres da capital, principalmente nos bairros de Lourdes e Belvedere.

“A possibilidade de encontrar com uma aglomeração de exclusivos não é difícil, pelo contrário, é quase uma certeza”, afirma um dos idealizadores do site Exotics BH, Diogo Vaz de Melo, que anda pelas ruas à caça de flagrantes de automóveis de fazer cair o queixo de quem nutre essa paixão nacional.

“É perceptível a velocidade com que vem crescendo o número de carros exclusivos na capital e em Nova Lima, com direito a modelos únicos no país”, afirma Melo.

Segundo estimativa do “caçador” de carros luxuosos, entre os modelos mais marcantes na região metropolitana destacam-se 117 carros da Porsche, 28 automóveis Ferrari, 21 veículos Maserati, 10 modelos de Lamborghini, além de seis possantes Aston Martin, fabricante britânica de carros esportivos de luxo.
Arte economia veículos

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/noticias/economia-e-negocios/ferrari-tem-o-valor-mais-alto-do-ipva-triciclo-e-o-veiculo-que-paga-menos-1.377805
Janaína Oliveira - Hoje em Dia

0 comentários:

Postar um comentário