15 de set de 2015

Pensata

Como se comportam os dois sexos ao volante? A sociedade tradicionalmente machista defende o homem, mas as estatísticas dizem o contrário.

– Mulher dirige melhor que homem?

O seguro do carro da mulher custa menos, pois as seguradoras se baseiam em estatísticas. Entretanto, o número de acidentes de automóveis com homens e mulheres ao volante é o mesmo. Então, por que elas pagam menos? Por ser menor o custo para o reparo dos acidentes em que elas se envolvem. O custo do conserto de um automóvel que bateu com um homem ao volante é 28% em média mais elevado. Ou seja, as mulheres dirigem mais devagar e o impacto de suas batidas é menor. Por isso, as apólices de seguro para automóveis dirigidos por homens tem custo cerca de 15% superior.

– Fábrica tem que caprichar mais no automóvel de mulher?

Elas discordam e dizem demandar o mesmo que os homens. Mas as fábricas dedicam milhares de horas de pesquisas para agradar as mulheres. Não foi à toa que finalmente instalaram espelho retrovisor no pára-sol do motorista. Iluminado, se possível, para o batom e a maquiagem à noite.O revestimento do banco não pode ser áspero pois rasga meias de seda. A maçaneta externa tem que estar longe da porta para não danificar unhas compridas. Volante não deve exigir esforço físico e, por isso, nem pensar em direção sem assistência. Estepe não pode jamais estar sob a carroceria nem exigir ginástica para ser retirado do porta-malas. A troca em si não é problema pois — dizem elas — este um dos raros momentos em que ainda aparecem “gentlemen” que se prontificam a substituir o sobressalente quando o avistam encostado fora do carro…

– Mulher domina as novidades tecnológicas?

Quase nunca. É quase exceção a que se dedica a ler o manual. No que, aliás, não diferem muito dos homens. E costumam ignorar solenemente os controles das modernidades que — segundo elas — só atendem às exigências dos homens. Estes, por sua vez, não chegam a utilizar sequer 50% da parafernália colocada à sua disposição…

– Mulher é mais atenta ao volante?

Sim. Uma pesquisa recente na Inglaterra observou o comportamento de motoristas em trechos movimentados e anotou as faltas e desatenções cometidas. As mulheres se saíram muito melhor na avaliação, contempladas com menos pontos negativos que os homens.

– Mulher cuida melhor do automóvel?

Dizem os mecânicos que, de uma maneira geral, elas interferem menos quando levam o carro para revisão. Homens dão palpites e negam a sugestão de alguns serviços essenciais (pois acham que entendem de mecânica), enquanto as mulheres assumem não entender do assunto. Entretanto, elas são mais propensas a se esquecer de levar o carro para revisão no prazo recomendado.

– E na compra do carro novo?

Mulher se deixa levar mais pela emoção que pela razão, até por se interessarem menos pelo lado técnico. Mas observa detalhes que passam despercebidos pelos homens. Elas é que, em geral, decidem a compra. Mas podem pesar alguns dos argumentos do homem (marido, amigo, pai, irmão, filho..) em relação aos aspectos práticos e técnicos.

– Mulher e carro de corrida não combinam?

A mulher tem tanta aptidão quanto o homem para controlar máquinas. E algumas até marcam (discreta) presença nas pistas. Mas, fora a notória superioridade física masculina, o que as mantiveram distantes de carros e motos de corrida, das cabines de caminhões, trens e aviões foi o vício cultural, o lugar que sempre lhes foi negado na história pela sociedade patriarcal e machista.

Por Boris Feldman
http://autoentusiastas.com.br/2015/09/opiniao-de-boris-feldman-24/

0 comentários:

Postar um comentário