9 de set de 2015

Pensata

O Brasil é um dos raros, se não for o único país no mundo que proíbe o motor diesel nos automóveis. Ele só é permitido em caminhões, ônibus, jipes, tratores e máquinas agrícolas. E por que a proibição? Outro dia vi uma “autoridade” de Brasília explicando que o diesel é um combustível sujo e que sua fumaça prejudica a atmosfera. Um argumento mentiroso.

Aliás, marca registrada deste nosso governo, tanto que na Europa ou nos EUA, muito mais rigorosos quando o assunto é proteção ambiental e mais exigentes em termos de níveis de emissões, não existe qualquer restrição ao diesel. Aliás, quase 50% dos automóveis vendidos na Europa são equipados com estes motores, pois são mais eficientes: com um litro de diesel rodam-se mais quilômetros do que com gasolina ou etanol. 

Já se foi o tempo em que estes motores eram fumacentos, barulhentos e fedorentos. Brasileiro que aluga carro na Europa nem percebe que o motor é diesel, erra e abastece com gasolina. Novas tecnologias o aperfeiçoaram tanto que é aplicado hoje até em modelos esportivos e de alto desempenho, como BMW, Jaguar e outros. Aliás, teve até um Audi com este motor que ganhou a famosa prova “24 Horas de Le Mans”.

Como explicar, então, ser proibido para automóveis no Brasil? Nossa produção de diesel é insuficiente, o governo tem que importá-lo e, por isso, as manobras junto aos parlamentares para não aprovarem nenhum dos projetos de lei que tentam acabar com essa absurda proibição. Até em países vizinhos, da América do Sul, ele é comercializado livremente. E várias montadoras brasileiras produzem automóveis com estes motores para exportação.

Além do mais, sempre vale a pena lembrar que o Brasil já tem condições de produzir milhões de litros de biodiesel anualmente. Renovável, obtido a partir de grãos, polui muito menos e que fixaria a mão de obra no campo. Desde que tivéssemos um governo preocupado com o planejamento de nossa matriz energética

Texto de Boris Feldman
http://www.hojeemdia.com.br/m-blogs/boris-feldman-1.290493/diesel-s%C3%B3-o-brasil-pro%C3%ADbe-1.294543

0 comentários:

Postar um comentário