23 de jun de 2015

Lendas de Belo Horizonte

A lenda da vez é um modelo relativamente recente, mas devido a sua exclusividade e muitas alterações em seu visual acabou tornando-se um marco em BH. O modelo o qual estamos falando é a Mercedes C63 AMG Black Series com kit Racer - aquele onde o carro perde mais alguns quilos e recebe um belo aerofólio e bancos de competição
O Classe C mais potente já fabricado teve todas suas 800 unidades fabricadas vendidas logo na sua primeira semana de "vida", um sucesso sem dúvidas! As diferenças em relação ao C63 AMG "comum" são muitas, começando pelo belo kit aerodinâmico, suspensão e freios redimensionados e, claro, um motor com mais algumas dezenas de cavalos a mais!

O V8 "6.3" agora gera 517 cavalos que são transmitidos para o eixo traseiro através do câmbio SpeedShift de 7 marchas - com direito a troca por borboletas. Tanta potência leva o bólido até os 100km/h em 4,2 segundos e chega a velocidade máxima de 300 km/ h (limitada eletronicamente).

O modelo deste post já passou por mais de uma vez por Belo Horizonte, durante a sua segunda visita acabou recebendo uma plotagem totalmente negra, que combinou muito com o carro. Infelizmente o carro não encontra-se mais em nossa cidade, seu paradeiro atual é mo interior de São Paulo

2 comentários:

  1. Uma correção, o carro agora está em Juiz de Fora, em uma garagem que conta inclusive com uma Ferrari F430. Antes de ir pra lá, passou por São João del Rei, e pertenceu ao meu vizinho. O kit também se chama Aerodynamics Package, e é a única do Brasil com ele, e além dos bancos de competição e spoiler, o carro perde os bancos traseiros e ganha adereços aerodinamicos no parachoque dianteiro, feitos em fibra de cabono. Tive o prazer de andar nesse carro. Foi vendido ao atual proprietário por R$ 510.000,00.

    ResponderExcluir
  2. Tinha a C63 BS Vermelha também!!! Mas acho que ficou na cidade menos de 3 meses infelizmente!

    ResponderExcluir