27 de nov de 2014

Lendas de Belo Horizonte

A lenda de hoje é um modelo bem raro, e até mesmo desconhecido por muitos, devido a sua extrema exclusividade. Para muitos o auge da Ferrari nos anos de 1980 foi a 512 Testarossa, mas a marca italiana produziu exatamente 2295 unidades da versão mais forte da 512, batizada de TR
A nova máquina contava com 41 cavalos a mais que a antiga Testarossa, contabilizando um total de 428cv. Graças ao motor V12 de 5 litros, herdado da antiga 512, porém com grandes melhorias e um posicionamento mais próximo ao solo, criando um melhor centro de gravidade

Além das melhorias mecânica, foi feito também um regime no modelo, o que resultou em um melhor desempenho, atingindo os 100 km/h em apenas 4,8 segundos. Com uma velocidade máxima de 307 km/h, graças ao desenho aerodinâmico, a 512 TR foi um grande esportivo de sua época.

O carro já trazia itens de segurança eletrônicos, como o ABS, e que podiam ser ligados ou desligados por um simples botão no painel. Painel que era muito sofisticado, com inúmeros medidores e muito bem posicionados, deixando o piloto sempre informado de tudo que acontecia com a máquina.

Existem apenas 3 unidades da 512 TR em solo brasileiro, por sorte uma das mais novas e conservadas do mundo é a de Belo Horizonte. Para a felicidade de todos o modelo foi flagrado recententemente por nossa equipe e continua impecável em todos os aspectos

0 comentários:

Postar um comentário