11 de ago de 2011

Cadillac CTS-V

Famosa pelos carros grandiosos e confortáveis, sonho de consumo de quase todo norte-americano, a Cadillac resolveu investir em um novo seguimento – o de sedans de alto desempenho. Com o auxilio da sua preparadora oficial, a V-series, o novo modelo – chamado de CTS – ganhou logo um motor derivado do Corvette, mas sem deixar todo o luxo tradicional da marca de lado.
 
O Cadillac CTS-V sai de fabrica com 556 cavalos, graças a um motor V8 de 6.2 litros que o leva aos 100km/h em menos de 4 segundos e máxima acima dos 280km/h. Para aqueles que não estão satisfeitos com tais números a própria montadora oferece alguns kits para a melhoria do desempenho do sedan, felizmente o CTS-V recém-chegado a Belo Horizonte recebeu um desses kits insanos!
 
O bólido mineiro agora conta com aproximadamente 700 cavalos e mais de 80 quilos de torque, potência obtida somente com a troca de alguns componentes mecânicos e uma reprogramação da central eletrônica. Os novos ajustes renderam, além de muita força bruta, um ronco comprável a de um avião a jato em plena decolagem com direito ao rugir dos pneus.
 
O upgrade na potência não atrapalhou o conforto e a dirigibilidade do carro, fato comprovado até os 4 mil giros. Todos os passageiros dispõem de bancos excelentes, principalmente os sortudos que andam nos bancos conchas dianteiros com dezenas de ajustes elétricos. Como todo bom carro americano o CTS-v oferece uma infinidade de recursos eletrônicos, grande parte voltada para o conforto e a parte multimídia, mas a versão apimenta oferece os ajustes esportivos – como controle de tração, estabilidade, etc.
 
O desenho da máquina é bem interessante, sem grandes exageros e com tudo em seu lugar, observe que o break light tem a função de aerofólio também. Dificilmente um leigo saberia que o seda preto em sua frente trata-se de um supersedan, afinal as únicas modificações externas podem ser vistas no capô, grade dianteira, rodas e nas ponteiras de escapamento. O ponto positivo desse “disfarce” é a possibilidade de sair sem ser o centro das atenções e ainda poder mostrar para donos de outros superesportivos que o seu carro do dia a dia é mais rápido que o dele. 

Podemos considerar que o carro possui duas personalidades bem distintas, as quais são separadas pelo número 4 no belo conta giros. Abaixo dos 4 mil rpm o carro é um verdadeiro sedan de luxo e supreendentemente muito silencioso e comportado, acima dos 4 mil o carro torna-se um verdadeiro jato sobre rodas jogando todos os ocupantes contra os bancos e emitindo um rugido amedrontador enquanto deixa um rastro de borracha pelo asfalto.
 
O melhor de tudo, o preço! Segundo o proprietário do CTS-V o preço pago pelo carro não chega a 1/3 do valor de uma BMW M5 nova, sendo que o desempenho do americano é bem superior ao do alemão. Outros concorrentes como a Mercedes Benz E63 e o Audi RS6 também perdem quando o assunto é o preço, apesar de alguns oferecerem um desempenho bem próximo.
 
Nossa equipe teve o prazer de dar uma volta com o CTS-V, desfrutando da melhor combinação entre conforto e potência já vista em um carro norte-americano. Agradecemos muito ao proprietário por esta experiência, e o parabenizamos pela excelente compra realizada.

3 comentários:

  1. Lindo d+ o carro, agora eh esperar pelo video da maquina em ação!


    Ricardo Pereira

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito e bom, otima compra e com um desembolso menor, bacana

    ResponderExcluir
  3. Já o vi em bh, realmente lindo!

    ResponderExcluir