30 de jun de 2011

Ferrari California

Uma homenagem a Ferrari 250 GT, conhecida como California durante a década de 1950, esse foi o ponto inicial para o projeto da Ferrari California. Com o intuito de ser o modelo de Maranello mais em conta, mas sem perder desempenho e exclusividade, os engenheiros optaram por novas soluções, inéditas nos carros da marca até então.

Com a proposta de um carro Gran Turismo (motor dianteiro, tração traseira, espaço para alguma bagagem e conforto para longas viagens), a Ferrari logo instalou o primeiro motor com injeção direta de combustível de sua história. O Coração da máquina é um V8 de 32 válvulas, 4.3 l e 460 cavalos de potência, suficientes para gerar um torque de cerca de 50 kgfm.

Outra novidade adotada pela California foi à transmissão de dupla embreagem - um dos primeiros modelos a utilizar tal câmbio - que possui sete marchas e conta com controle de largada derivado da Formula 1, além de realizar trocas de marcha em tempos inacreditáveis.

Com uma distribuição de peso quase que perfeita – 47% na dianteira e 53% na traseira – seu desempenho é comparável a suas irmãs mais nervosas, como a Scuderia e 599GTB. Velocidade máxima de 310 km/h, 0 a 100 km/h em 3,7 segundos, alguns dizem que ela é capaz de vencer um Porsche 911 Turbo em um circuito, uma boa desculpa para uma disputa não?!

Continuando com as inovações, agora na parta da suspensão. Toda a suspensão traseira da California é do tipo Multilink, com molas helicoidais e amortecedores a gás. Com tal configuração é possível ajustar a “dureza” do conjunto através do “manetino” localizado no volante, sendo assim possível ter um carro confortável e segundos depois um carro pronto para as pistas.

O desenho da máquina é uma obra de arte sobre rodas, tanto no sentido estético como no mecânico, afinal o modelo teve o titulo de menor coeficiente de arrasto (Cx) – 0,32 - da história da marca italiana. Apesar de ser um carro conversível com teto rígido (mais um fato inédito para a Ferrari até então) o carro ainda possui um “porta malas” considerável para superesportivos.

O interior do bólido segue o padrão das Ferraris atuais, com o painel destacando o conta giros, as divertidas borboletas de troca de marcha próximas ao volante, um bela central multimídia montada no centro do console e todo luxo e conforto tradicionais da grife europeia.

O carro foi tão bem aceito pelo mercado que todos os modelos fabricados até meados de 2010 foram vendidos logo após seu lançamento em 2008. Para aqueles que não conseguem esperar a longa lista de espera pelo carro existem opções interessantes como o Corvette Z06, Maserati Gran Turismo, Mercedes Benz SL63 AMG, Aston Martin Vantage entre outros.

Nascida para ser uma Maserati, mas devido aos grandes investimentos em tecnologia e o pioneirismo em muitos componentes os engenheiros optaram por lançar o carro como Ferrari, obtendo assim um preço de venda satisfatório para os clientes e a marca italiana.
 Em Belo Horizonte existem cerca de 4 Ferraris Californias, com o vermelho sendo a cor predominante.
  
Ficha Técnica: Ferrari Califórnia:
Motor:
Dianteiro, longitudinal, 8 cilindros em “V” com angulo de 90°, 32 válvulas (4 por cilindro), aspirado e injeção direta de combustível
Cilindrada:
4297 Cm³
Diâmetro X Curso:
94 mm X 77,3 mm
Taxa de Compressão:
12,2:1
Potência Máxima:
460 HP @ 7750 RPM
Preço:
R$ 1.350.000,00
Torque Máximo:
485 Nm @ 5000 RPM
Torque Específico:
N/D
Cambio:
Manual / Automático eletro-hidráulico 7 marchas com dupla embreagem, tração traseira, controle de tração / largada F1 Trac
Suspensão:
Dianteira: Duplo Wishbone com molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora
Traseira: Multilink, com molas helicoidais e amortecedores a gás
Freios:
A disco perfurados e ventilados em cerâmica nas 4 rodas
Rodas e Pneus:
Rodas em liga leve aro 19 com pneus 245/40 ZR19 na dianteira e 285/40 ZR19 na traseira (opcional: rodas em liga leve aro 20” com pneus 245/35 ZR20 na dianteira e 285/35 ZR20 na traseira)
Carroceria:
Coupé cabriolet “2+2”, 2 portas, carroceria em alumínio
Dimensões:
Comprimento: 4,56 M
Largura: 1,90 M
Altura: 1,30
Entre-Eixos: 2,67 M
Peso: 1630 Kg
Tanque de Combustível: 78 L
Desempenho:
Velocidade Máxima: 310 Km/h
Aceleração 0-100 Km/h: 3,7 S


5 comentários:

  1. Muito linda essa Ferrari, eu adoro a muito, pois ela foi a primeira Ferrari que vi na vida. Muito boa a matéria parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Diogo A. Paixão1 de julho de 2011 07:34

    Esse é meu sonho de consumo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante...gostei

    Vamos descobrir porque o trio muscle cars atuais são
    o ...camaro...mustang...challenger...assista esse super video-slider
    da evolução dos carros até as atuais presenças dessas super máquinas...

    não custa ver

    http://www.youtube.com/watch?v=vbYvgByRmSY

    ResponderExcluir
  4. Muito massa.. irada demais a California
    (*atenção para a penultima foto que aparece a placa de uma F430) vlw

    ResponderExcluir
  5. Na boa.. ninguem reparou algo de estranho nessa foto?? Alem da ferrari, lógico.. olha o tamanho da maquina que tá la atraz! http://i.imgur.com/A0JYC.jpg

    ResponderExcluir