6 de abr de 2011

O preço assustador da gasolina.


Nas últimas semanas os preços de todos os combustíveis derivados do petróleo sofreram um aumento absurdo em todo Brasil. Com aumentos que superam qualquer taxa da inflação e derivadas, o consumidor não consegue encontrar o motivo de tamanho abuso.
A nossa gasolina possui cerca de 20% de álcool em sua composição, (A gasolina C, de uso automotivo é constituída de uma mistura de gasolina A e álcool etílico anidro combustível (AEAC). Assim, o percentual obrigatório de álcool etílico na gasolina é, a partir da zero hora de 01 de março de 2006, de 20%, conforme disposto na Resolução do Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool (CIMA), n.º 35, de 22 de fevereiro de 2006, publicada no Diário Oficial da União em 23 de fevereiro de 2006. A margem de erro admissível é de mais ou menos 1%, conforme disposto no art. 9°, parágrafo 2°, da Lei 10.203/2001).

Muitos dizem que a entressafra da cana de açúcar, matéria prima para a produção do álcool, é a grande responsável pela elevação dos preços, ponto defendido pelos altos executivos das empresas de combustíveis e pelo governo. Infelizmente o Brasil sofre com o monopólio de uma única empresa no setor de produção de combustíveis, e onde existe o monopólio a concorrência leal é inexistente.

A responsável pelo monopólio, além de ser a 2º maior empresa do ramo no mundo, ainda conta com o auxilio do governo federal, que manipula os preços com a intenção de conseguir mais votos em época de eleição e logo após deixa a companhia “recuperar” seu prejuízo.

Falando em governo, os impostos abusivos contribuem muito para o alto preço dos combustíveis. 58% do valor total da gasolina são somente de impostos, impostos que não são utilizados adequadamente, basta uma rápida volta por nossas esburacadas vias.

Além de a nossa gasolina ser superfaturada e conter uma grande quantidade de álcool, ainda temos que arcar com os custos de manutenção nos veículos importados, pois os mesmos são projetados para funcionar com gasolina pura (sem o álcool na composição).

Infelizmente as previsões sobre os preços dos combustíveis não são boas, grande parte dos especialistas no assunto dizem que ainda é possível ocorrer novos aumentos. Quando a chamada entressafra acabar, não espere uma baixa significativa no preço, pois no Brasil o consumidor é sempre o mais explorado no final das contas.

Comprar um automóvel atualmente esta fácil, porém a sua manutenção (combustível, pneus, impostos, etc.) vêm tornando-se uma grande dor de cabeça para muitos, chegando a levar mais de 40% do orçamento mensal de um trabalhador. A solução estaria nos carros movidos a energias alternativas, mas a empresa monopolista do meio petrolífero Brasileiro consegue impedir a entrada dos modelos com preços acessíveis.

Praticamente estamos fadados a pagar a gasolina mais cara do mundo até que o petróleo finalmente chegue ao seu fim, e as fontes alternativas se tornem populares.

13 comentários:

  1. Excelente a matéria, agora e andar de bike.

    ResponderExcluir
  2. Putz!! tudo no brasil é caro e ainda por cima de PESSIMA QUALIDADE! é triste isso, enquanto os outros paises muito menos que a gente é tudo de ótima qualidade!! um exemplo disso é o Audi A7 que no Brasil, o modelo chega em versão única , com praticamente todos os opcionais. Uma configuração semelhante, nos EUA, levaria o A7 às redondezas dos US$ 80 mil. Considerando o câmbio de R$ 1,61 para cada dólar, teríamos o valor de R$ 128.800. Obviamente, sem levar em consideração os impostos e a margem de lucro da revenda no Brasil, similar a de qualquer outra marca que atua em nosso país. Com essas variáveis na conta, chega-se aos R$ 323.900 pedidos pela Audi pelo carro que começa a vender aqui. =//

    ResponderExcluir
  3. O povo leva a culpa por isso também. Reclamar, todos reclamam, mas que até agora decidiu agir e se negar a aceitar isso? Em países como a França, por exemplo, o povo simplismente para TUDO e protesta até que o governo recue e reveja as medidas que desagradaram. Falta essa atitude aos brasileiros pra mudar isso.

    ResponderExcluir
  4. A população vota em números recordes em partidos e candidatos que mais subiram os impostos nos últimos 2 mandatos...
    Nem sequer protesta e se manifesta a respeito da gasolina...
    O que pode-se esperar diante disso ?
    VAMOS AS RUAS! VAMOS QUEBRAR TUDO!

    ResponderExcluir
  5. Isso..votem no Lula e na Dilma..cambada de troxa mesmo.
    ODEIO ESTE LUGAR.Quero ir embora pra outro país, mas não tenho dinheiro, já que 1/3 do meu salário vai pro governo.
    Se o maníaco lá do RJ tivesse entrado no Planalto em Brasilia atirando em todo mundo, juro que não ficava triste.

    ResponderExcluir
  6. todo mundo odeia o brasil, mas não faz nada, sequer toma atitude pra sair daqui, ou usa a cabeça pra perceber que nós ( o povo ) e não os políticos que mandam no brasil, eles fazem o que fazem porque nós reclamamos mas não fazemos nada, tudo fica verbal, nenhuma atitude é tomada, quem dera todo mundo deixar os carros 2 dias em casa, ia dar um abalo terrível na economia e os políticios iam tirar impostos ou fazer o que fosse necessário para diminuir os preços denovo ... brasileiro = burro e conformado. O pior de tudo é que somos inteligentes pois mesmo contato robalheira, tanta exploração vivemos, comemos, vestimos ... só falta usar a atitude.

    ResponderExcluir
  7. Concordo que precisamos mudar o Brasil, mas o seu texto possui alguns erros:

    1) O monopólio foi quebrado a muito tempo e qualquer empresa pode explorar petróleo e fornecer combustível ao Brasil. Qualquer bandeira (Shell, Esso, Texaco etc) está livre para livre para comprar gasolina e diesel para quem puder fornecer;

    2) A figura q mostra a composição do preço da gasolina indica que o litro sai da Petrobras por R$ 0,93/litro quando valor está a R$ 3,00/litro no posto. Pra mim está barato...

    3) A Petrobras é uma empresa de economia mista e possui acionistas no Brasil e na bolsa de NY. Todos querem que ela dê lucro! Então... Não é do interesse de nenhum acionista ver a empresa vendendo gasolina a baixo custo... Seria o mesmo que a Vale vender minério de ferro baratinho para baixar o preço dos carros.

    O que precisamos é reforma política e tributária!!! Fora essa corja política que faz teatro de "Direita vs Esquerda"... São todos iguais!!! Todos querem manter seus cargos e impostos...

    Só mudam discurso quando são oposição!

    ResponderExcluir
  8. Tomei um susto quando fui abastecer hoje aqui em recife..2,79 a gasolina...deu vontade de sair esculhambando todo mundo no posto...absurdo,vamos motar um protesto pra impedir esse absurdo..

    ResponderExcluir
  9. EXTREMAMENTE cara a gasolina
    e ai, o que fazer? porque ninguem se movimenta
    parece que NINGUEM TA NEM AI
    continuam com suas vidinhas de aparencia
    nao querem se mostrar instatisfeitos
    brasileiro é o povo mais hipocrita que ja vi, pqp...

    ResponderExcluir
  10. Brasil, um país de merda com um povo de merda...

    ResponderExcluir
  11. A qualidade da reportagem ficou excelente, infelismente o conteudo dela já conhecemos e não tomamos atitudes, isso é sera assim para sempre se nao protestarmos.

    ResponderExcluir
  12. Imagine um país em que você ao sair de casa
    para mais um dia de trabalho tem que se precaver
    de todas as maneiras para não ser a próxima vítima, não voltar em um caixão.
    Um país no qual você não pode deixar uma janela aberta
    pois podem carregar tudo o que possui. No qual você
    se tranca e os marginais ficam à solta.
    Um país no qual um simples carro é taxado e sobretaxado
    com impostos que podem chegar facilmente aos 60%.
    Um país no qual tudo é mais caro do que em qualquer outra
    parte do mundo civilizado.
    Um país no qual a saúde pública consegue ser pior que
    um abatedouro clandestino e que o governo, com a desculpa
    furada de que criando um imposto específico pra ela, no final
    das contas fez foi piorar.
    Um país que a educação é tão patética que até o Ministério
    da Educação distribui livros que ensinam a falar, escrever
    e fazer contas erradas e os políticos ainda se irritam
    como os que reclamam.
    Um país no qual se mata mais em um ano do que em toda uma
    guerra.
    Um país no qual o próprio presidente (ex) afirma em cadeia
    de rádio e televisão que caixa dois é normal (crime) e todos
    praticam.
    Um país em que os salários são aviltantes mas o custo
    de vida disparou e hoje é maior do que nas nações desenvolvidas
    e com altos salários.
    Um país em que taxistas, mecânicos, técnicos em geral
    querem enganá-lo de todas as maneiras para arrancar
    o dinheiro que tem no bolso.
    Um país onde os juros são os mais altos do planeta para
    um pobre coitado que precisa de empréstimos bancários.
    Um país em que os "representantes" do povo nos odeiam
    e se acham no direito de se lixarem para este
    povo que os elegeu e não lhes darem a mínima satisfação.
    Um país no qual 1/4 de sua população ou 50 milhões de pessoas
    sobrevivem com a assistência do estado. Em que mesmo toda a população
    de um estado vive apenas com as bolsas distribuídas pelo governo...
    Este país existe. Se chama Brasil.

    ResponderExcluir