3 de abr de 2011

Computador de Bordo – 2 de Abril

Os clássicos foram os grandes destaques do final de semana, um exemplo foi à chegada de um raro Plymouth Cuda. Os superesportivos atuais foram muito bem representados pela chegada de um Audi R8 Spyder V10.
Começamos nossa jornada flagrando um Camaro com sua cor bem chamativa, o vermelho. Em Belo Horizonte temos a sorte de contar com uma boa frota do esportivo americano rodando pelas ruas, e grande parte são da versão SS.

A grande novidade entre os esportivos atuais foi à chegada do Audi R8 V10 Spyder, modelo que já é um grande sucesso de vendas da marca alemã. Com seu motor central de 525 cavalos e design inconfundível a máquina é um sonho de consumo de muitos.

Um Corvette Stingray preto foi flagrado estacionado na Av. Raja Gabaglia. O clássico modelo apresta um bom estado de conservação e ainda produz o belo som de um motor V8 antigo.

Próximo ao Stingray havia outro Corvette, mas agora da versão mais atual, a C6. Curiosamente o modelo também era da cor preta, mas diferente do seu irmão mais velho, o C6 esta a venda.

Um simpático Porsche 911 Targa também estava parado na movimentada avenida. Este 911 é bem raro em nossas ruas, ainda mais em um excelente estado de conservação.

Um ponto vermelho ao longe chamou nossa atenção e fomos verificar do que se tratava. O Jaguar XJS, modelo que é visto com certa frequência por nossa equipe, foi e ainda é um dos maiores trunfos da marca Europeia.

Conseguimos mais um belo combo par nossa coleção, os protagonistas desta vez foram o Mustang GT/CS e a BMW M5. Carro com diferentes propostas, mas com excelente desempenho.

Mais uma vez encontramos com um Lancer Evo X sem o aerofólio traseiro, não conseguimos entender o motivo de tal modificação.

O terceiro Corvette do final de semana foi visto em um posto de gasolina, aguardando para ser lavado. A versão deste Vette é a C5, uma das mais vendidas do modelo, e logicamente possui o seu famoso V8 escondido sob o capô.

Mais uma vez encontramos com a Maserati Quattroporte, e mais uma vez a mesma estava em movimento. Conseguimos algumas fotos do belo sedã, mas poucas ficaram com uma qualidade boa.

O Rolls Royce Silver Wraith foi visto novamente no condomínio Alphaville. Apesar da idade o modelo ainda roda sem fazer nenhum tipo de ruído perceptível, chega a ser mais silencioso que muitos carros importados atuais.

O grande destaque do final de semana foi à chegada de um Plymouth Cuda AAR, um representante de peso dos “American Muscles”. Com seu gigantesco motor V8 , conhecido como “Six Pack”, a máquina era um devorador de títulos nos tradicionais campeonatos de quarto de milha dos Estados Unidos. A versão AAR foi criada em homenagem as corridas de arrancada, e trazia grandes melhorias em relação à versão comum do Cuda.
 

Como todo primeiro final de semana de todo mês, houve o encontro do Veteran Car Clube-MG. Com seus carros sempre em ótimo estado é um grande número de membros o encontro do clube sempre gera bons flagras.
 

Durante o encontro alguns modelos mais novos também chamaram a atenção, exemplo da dupla composta pela Ferrari 355 e do Porsche 911 Carrera. Destaque também para o simpático TTS com seus belos Leds nos faróis.

Outra novidade para a nossa equipe foi a Silverado 1500 Z71, modelo mais apimentado da tradicional caminhonete da General Motors.

Os Porsches atuais também marcaram presença durante o final de semana, o primeiro avistado foi o belo Boxster S. Com sua pintura em um tom único e seu sistema de escapamento preparado o esportivo é um representante a altura da marca alemã.

Outro Porsche que marcou presença foi o 911 Turbo com sua bela cor azulada. Agora em Belo Horizonte existem 2 modelos praticamente idênticos, o grande diferencial é o interior das máquinas, uma tem um tom caramelo e a outra um tom de cinza.

Voltando a falar dos American Muscle, mas agora dos atuais. O Dodge Challenger na sua melhor cor estava estacionado longe da multidão de carros clássicos.

Depois de um longo período de ausência, finalmente reencontramos a bela Lamborghini Miura. Um carro que dispensa qualquer tipo de apresentação, um mito sobre quatro rodas.

Para fechar o final de semana nada melhor que um dos maiores V8 já feitos pela indústria automobilística mundial, o 440 da Dodge. Com assombrosos 7,2 litros e quase 400 cavalos, o coração metálico equipava o Dodge Challenger R/T da década de 70.

Nosso leitor e colaborador Hugo enviou um flagra feito durante o final de semana em Belo Horizonte. A Lamborghini Gallardo estava estacionada em frente a sua casa, que sorte em Hugo!

3 comentários:

  1. FINAL DE SEMANA V8 MUITO BOM MESMO, COMO SEMPRE PARABENS

    ResponderExcluir
  2. E que matéria ein?? show as fotos.. estão demais mesmo.. cada máquina que chego a babar aqui, show!

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, o Corvette prata parado no posto não é um C4, e sim um C5! =)

    ResponderExcluir