24 de mar de 2011

Branco, a cor da moda.


Com certeza você já deparou com algum sedã de alto luxo na cor branca rodando pelas ruas, e não estou falando dos taxis, mas de carros particulares. Apesar de ainda haver um grande preconceito relacionado à tonalidade, o branco vem ganhando adeptos com uma grande velocidade, qual será o motivo disso?

Segundo pesquisas realizadas pelas fabricantes automobilísticas, o branco reduz em até 10 graus a temperatura interna do carro, em relação ao mesmo modelo na cor preta. A redução da temperatura pode gerar uma grande economia de combustível, pois o ar condicionado trabalhará em uma potência menor.
 
Outro ponto positivo do branco é a fácil visualização por outros condutores em qualquer situação climática; dia, noite, chuva, neblina, etc. A fácil visualização reduz o risco de acidentes em até 12%, fato comprovado através de pesquisas realizadas na Austrália entre 1987 e 2004.

Muitos dizem que carros brancos camuflam alguns arranhões e riscos, mas por outro lado a pintura pode “encardir” com a falta de manutenção. Como todas as pinturas, o branco necessita de cuidados como uma boa lavagem e sempre que possível à aplicação de uma cera.

O branco possui suas desvantagens, e que aumentam quando a cidade adotou a cor para os taxis. Em Belo Horizonte os taxis comuns possuem a cor branca, o que pode acabar gerando incômodos para o proprietário de um veiculo particular da mesma cor, além da maior desvalorização no momento da revenda.

Entre prós e contras, o branco parece ser uma boa opção para cidades ensolaradas e que não possuem a frota de taxis na mesma cor. Muitos dizem que a cor do veículo revela algo sobre seu condutor, no caso a tonalidade branca significa uma pessoa calma e monótona, será isso verdade?

Na hora de comprar um carro lembre-se, independente da cor, um veículo com uma pintura mal cuidada tem grandes possibilidades de estar com todo o restante em piores condições, afinal a aparência diz muito sobre o veículo.
 

1 comentários:

  1. Parabéns pela reportagem!Apenas gostaria de comentar que já foi provado que o ar condicionado gasta a mesma quantidade de combustivel independente da velocidade gerada.Um grande abraço.

    ResponderExcluir