25 de jan de 2011

Condição das vias de Belo Horizonte – Parte 2


Continuando nosso relatório sobre as condições das nossas vias urbanas. Hoje iremos abordar outras 3 vias de muito movimento, tanto de populares como de exclusivos, ressaltando os pontos positivos e negativos das mesmas.
Avenida Afonso Pena é uma das principais avenidas da cidade de Belo Horizonte. Inaugurada à época da fundação da nova capital de Minas Gerais, é o coração econômico e um dos referenciais urbanos belo-horizontinos. Estende-se por 4,3 km no sentido nor-noroeste - su-sudeste. Em linha reta, percorre o centro de Belo Horizonte e os bairros Funcionários, Serra e Mangabeiras. Ao lado das avenidas Amazonas e do Contorno, é uma das principais vias da área central da cidade.

É uma das poucas vias de Belo Horizonte que possui um asfalto de boa qualidade em toda sua extensão, até mesmo no movimentado trecho na área central de BH. Um ponto negativo é a sua forte inclinação, para quem segue em direção ao bairro Mangabeiras prepare-se para um longo morro, mas para quem segue em direção ao centro, aproveite a força da gravidade e poupe um pouco de combustível de seu veiculo.

Avenida Alvarez Cabral é uma via com pouco mais de 2 quilômetros de extensão. Responsável por fazer a ligação entre a Praça da Liberdade e o parque Municipal, cortando bairros nobres como o de Lourdes.

Em seu curto trajeto, pode-se perceber a mudança drástica da qualidade do asfalto. Próximo a Praça da Liberdade o asfalto apresenta boa condição, mas aproximando-se da região central o asfalto perde bastante qualidade, além de apresentar muitas ondulações.

Avenida Cristovão Colombo é responsável pela conexão entra a Praça da Liberdade e a Avenida do Contorno (Próximo ao entroncamento com a AV Senhora do Carmo). Com cerca de 1 quilômetro de extensão, a via corta a região da Savassi, sendo assim, um importante corredor para todos.

Sua pouca extensão é marcada por um asfalto nada amigável aos proprietários de veículos, muitas ondulações, buracos que surgem em menos de 24 horas, e trânsito sempre complicado. No período de chuva, a via torna-se uma espécie de lagoa, ficando com uma grande quantidade de água acumulada em certos pontos, tornando o tráfego pela mesma impossível.

Na próxima semana falaremos das demais vias da nossa capital, ainda faltam muitas para serem citadas, e, infelizmente, os problemas são maiores do que os elogios. Caso tenham sugestões, escrevam-nas nos comentários.
 

1 comentários:

  1. Oiieee gostei muito, mas gostaria que vc falasse mais dos aspectos positivos de belo horizonte.. mas gostei muito do seu site!! :D

    ResponderExcluir