14 de dez de 2010

Porsche 911 GT3

Para concorrer com os modelos esportivos “semi-pistas” lançados pelas grandes fabricantes, como Ferrari e Lamborghini, a Porsche criou o 911 GT3. Baseado no 911 turbo(geraçao 997), o GT3 da uma aula aos seus concorrentes quando o assunto é fazer um carro confortável para o dia a dia e, agressivo para o final de semana.
O GT3 possui um motor de 3.8 Litros que gera 425 cavalos, isso sem a utilização de nenhum tipo de turbo ou compressor, o que deixa o carro mais previsível e constante. Com o tradicional motor Boxer, marca registrada de todos os 911, o GT3 pode-se gabar de seu centro de gravidade mais próximo ao chão e uma melhor resposta em acelerações e curvas, devido ao posicionamento traseiro do motor.

Com um histórico invejável em competições por todo o mundo, a máquina alemã não faz feio quando parte da inercia, leva somente 4 segundos para atingir os 100 km/h. Continue acelerando e alcançará a máxima de 312 km/h em menos de 1 minuto, mas lembre-se de estar em um local seguro antes de tentar.

O porsche não esconde sua vocação para as pistas, a versão GT3 possui rodas com o sistema de cubo rápido (aquele em que somente um parafuso fixa a roda ao carro, tornando mais rápido sua troca). Com largos pneus na traseira, 325mm de largura (o pneu traseiro da Murciélago tem 335mm!), montados em belas rodas de 19 polegadas que “escondem” os enormes disco de freio de cerâmica.

Com um kit aerodinâmico muito agressivo e de bom gosto, composto por um belo aerofólio traseiro com o emblema 3.8 e para-choques com grandes entradas/saídas de ar. Para uma melhor aerodinâmica, as ponteiras de escape foram instaladas no centro do para-choque traseiro e, sob o motor, foram instaladas entradas de ar com maior diâmetro.

O interior do GT3 foi muito bem planejado, com a tradicional ignição ao lado esquerdo do volante e a alavanca de câmbio manual muito bem posicionada (o GT3 só possui a opção de câmbio manual). Ainda podemos apreciar o belo sistema multimídia do carro, com uma tela de LCD bem no centro do console, e os demais controles ao seu redor.

Por ser um modelo “semi-pista” ele conta com bancos com apoios lombares, mas nada muito exagerado e desconfortável, pois é um carro que pode ser utilizado no dia a dia. Logo atrás dos bancos dianteiros existe um pequeno espaço onde se pode tentar levar alguém de baixa estatura (lembrado que não existe cinto de segurança para o mesmo), ficando mais indicado o uso para levar possíveis bagagens.

Em baixas rotações o GT3 mais parece um carro popular, não emitindo ruídos acima do normal(algo muito bom para seu uso diário), mas basta uma acelerada levando o giro do motor acima dos 4 mil, e prepare-se para uma bela sinfonia feita pelo motor boxer de 6 cilindors.

Apesar de não ser o Porsche mais potente em fabricação, este titulo pertence ao GT2 RS, o GT3 é sem dúvida o mais indicado para o uso misto, não deixando a desejar em nenhuma das suas situações para qual foi concebido, meio urbano e circuitos.

Com o preço de cerca de 120 mil dólares, algo em torno dos 750 mil reais com impostos e tudo mais, o GT3 é uma excelente opção de esportivo, ainda mais quando comparado aos seus concorrentes diretos, que tem preços na casa dos milhões de reais.

Em nossa capital, temos a sorte de contar com 2 modelos Porsche 911 GT3, um na cor laranja(que não é avistado com frequência) e o modelo desta reportagem, cinza com belas listras por sua carroceria. Agrademos ao próprietario que permitiu a nossa bela sessao de fotos.
 Um vídeo da máquina acelerando!

1 comentários:

  1. Acho que voçes poderiam mudar uma coisa no site. Quando clicamos nas fotos para ampliar, elas abrem na mesma janela onde estamos lendo a matéria, acho que ficaria melhor se abrissem em outra aba.

    No mais, bela matéria e carro

    ResponderExcluir