9 de dez de 2010

Audi RS5, muito mais do que um Cupê

A mais recente novidade da gigante Audi, na sua linha esportiva, é o Cupê RS5. O carro foi baseado no sedan A5 e que já possuía a sua versão apimentada, identificada pelo solitário S vermelho. Mas agora a pitada de pimenta foi trocada por uma dose cavalar de adrenalina, e por algumas gotas do melhor whisky disponível.
O bólido alemão é o responsável por nada mais que a nova tecnologia quattro, famoso sistema de tração nas quatro rodas criado pela Audi, que foi totalmente atualizada. Com um peso muito inferior à antiga e um desempenho supreendentemente melhor, o novo sistema fará com que o nome quatro continue a ser uma referência quando o assunto for tração nas 4 rodas.

Com um design muito agressivo, devido ao novo desenho da grade dianteira e as ponteiras do escapamento, na traseira, o RS5 sem dúvida é um carro que chama a atenção e impõe respeito por onde passa. Aliado ao desenho estão as belas rodas de 19 polegadas, que deixam os grandes discos de freio de cerâmica (opcionais) parcialmente a mostra, além de darem a tração necessária para o Audi fazer de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos (meio segundo mais rápido que seu maior rival, a BMW M3).

Sob o capô está a mais nova criação alemã, um novíssimo motor V8 de 4.2 l com injeção direta de combustível. O motor gera 444 cavalos e 43,8 kgfm, levando o cupê a uma velocidade máxima de 250 km/h (limitados eletronicamente). Aliado ao V8 está um sistema de dupla embreagem com 7 marchas e, logicamente, integrado ao novo sistema quattro.

Com um interior digno de um carro de alto luxo, o RS5 possui todas as mordomias encontradas em sedans de alto padrão, mas sem deixar de lado a esportividade. Com bancos excelentes, muito semelhantes aos de competições, porém com um ótimo acabamento e inúmeras opções de regulagem, assim como seu volante. No console central encontramos os botões mágicos que ligam/desligam o motor e o controle de tração.

Para ajustes mais complexos, a Audi criou um sistema onde o condutor tem acesso a todos os acertos disponíveis do carro, desde a rigidez da suspensão até o ronco gerado pelo escapamento. Tal sistema é acessado através do monitor de LCD, localizado no centro do painel do carro, é já vêm com 3 modos pré-definidos; Comfort, Auto e Dynamic , oferecendo também a opção Individual, na qual o motorista pode alterar todos os parametros.

Selecione o modo Comfort e aproveite a viagem como si estivesse em um Audi A8, mas caso queira a emoção de um R8, selecione o modo Individual e desligue os “vigias” eletrônicos e aproveite cada segundo de adrenalina. O RS5 é capaz de fazer curvas como poucos carros no mundo, lembrando que seu peso é de 1,725 quilos, uma parte do mérito é seu aerofólio móvel que acima dos 120 km/h é acionado e gera uma força aerodinâmica fundamental.

O carro tem tantos pontos positivos que fica praticamente impossível falar sobre todos em um único texto, seria mais justo um vídeo documentário de muitas horas. Vídeo que poderia ser apreciado no interior do próprio RS5, devido a altíssima qualidade do seu sistema de som e sua tela central de LCD, mas com certeza quem esta a bordo de uma máquina destas não vai querer ficar parado vendo um filme, e sim acelerando e desfrutando de tudo que o Audi tem a oferecer.

O Audi RS5 pode ser comprado por cerca de 430 mil reais, um preço muito bom, levando em consideração seus concorrentes diretos, BMW M3, Mercedes C63 AMG e até o Nissan GT-R. Dificilmente teremos um Cupê capaz de superar o RS5 nos próximos 2 anos, porém a Audi sempre esta trabalhando para melhorar ainda mais seus carros, o que já é muito bom pode ficar ainda melhor!

Em Belo Horizonte temos a honra de contar com 2 modelos circulando, um na cor preta e outro no tom de vermelho bem chamativo. Por ondem passam emitem um som amedrontador e delicioso ao mesmo tempo, deixando muitos proprietários de superesportivos italianos com um certo receio de atravessar o caminho do RS5
Uma acelerada da máquina!

1 comentários:

  1. Parabéns pela matéria e pela bela cobertura das novidades em BH. Só discordo da metéria em um ponto, não acho que o RS5 seja melhor que a C63 AMG, mas é questao de gosto.

    ResponderExcluir