2 de set de 2010

Teste Drive: Palio Fire 1.0

O escolhido da vez é o meu meio de transporte atual, um FIAT Palio Fire 1.0, 8V, 55cv(o desespero!!). O modelo(conhecido como a 2º geração do Palio) conta com ar-condicionado, logicamente que quando ligado o carro não sai do lugar, além de mais nada(nem conta giros o infeliz possui!!!).

É mil mas é meu!!
O veículo, como qualquer outro popular, já mostra de cara sua proposta de meio de transporte urbano. Design bem ao estilo caixa de sapato, lembrando muito os Mille’s(conhecidos como antigos Unos). O interior até que não é tão ruim, afinal de contas você tem um painel de instrumento apenas com um velocímetro (que marca até os 200km/h!!!!, coisa impossível de fazer com um motor 1.0!, além do meu próprio tira teima – velocidade máxima atingida foi de 155km/h na descida e com o vento a favor!!!), temos também o marcador de combustível, esse sim merece destaque, o ponteirinho custa a sair do lugar, ao menos econômico o carro é, só não tente andar com o giro sempre alto, pois todo carro nessa condição e chegado em grandes quantidades de gasolina!
Painel completamente pelado!
A direção é boa, apesar de não ser hidráulica, passa uma sensação agradável, carro sempre na mão, da para fazer curvas no limite (ele não atinge altas velocidades mesmo). Suspensão é um meio termo, não muito macia nem muito rígida, mas o passageiro que anda atrás sofre em ruas esburacadas. Posição de dirigir é boa, comandos sempre a mão, boa visibilidade, a única coisa me não me agrada é a cor das luzes do painel, aquele tradicional verde (isso é coisa de carro de museu já!)
Detalhes em tecido rasgado!
Com uma média, feita por mim, na cidade de 11km/L e na estrada até 15km/L, seguindo todos os procedimentos para não elevar o consumo (110km/h por hora, 5º marcha, giro baixo, etc..). Ao parar para abastecer, com 90 reais da para completar o tanque e aproveitar de uma autonomia de até 675 km.

Suas retomadas não são muito boas, mas estamos falando de um motor 1.0 também, 0 a 100 em broxantes 19 segundos!!!, a 5º marcha só utilizada em estradas, ou cidades muito planas, coisa que Belo Horizonte não é. Experimente colocar cinco pessoas no carro, pode chamar o guincho para puxar!
Motor, a si fosse o 1.6 16v!
O carro é um bom representante dos populares, cumpri aquilo que promete, transporte de pessoas em centros urbanos e esporadicamente uma viagem curta, seu conforto não permiti longas viagens, principalmente para os ocupantes do banco traseiro.

Uma boa compra na casa dos 15 mil reais, recomendado por muitos mecânicos (coisa rara!), grande facilidade de revenda, já vem com o sistema CODE(aquele que permite o motor ser ligado com a chave original do veículo), e sua manutenção, quando feita em dia, é barata e não da sustos ao proprietário.

Rodas de aço aro 13!!

O meu veículo, em questão, não está sendo muito feliz, em um período de 2 anos já tive certos problemas com o mesmo. Grande parte foi por descuido meu, mas o pior de todos foi a queda de duas árvores que o acertaram em cheio no final do ano de 2009, isso mesmo!, árvores!! 2 no total!. O prejuízo foi grande, processo ainda rolando na prefeitura, mas não afetou nada da parte mecânica do carro. Hoje ele esta como novo, só não sei até quando!!

3 comentários:

  1. diogo Alves da Paixao2 de setembro de 2010 23:14

    Esse tem historia!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. gostei do texto, bem feito parabéns! só toma cuidado com as árvores e manda benzer o bichinho! hehe
    abraços
    paparazzi car

    ResponderExcluir
  3. tenho um 1.0 16v serie 25 anos (-AR), temido por muitos. quando comprei queria muito um com ar cond... mas hoje vi que fiz bem em nao ter pego um com ar, te falo uma coisa, nao precisa colocar 5 pessoas dentro nao, 3 pessoas ja bastam pra voce poder chamar o guincho, nossa um desastre, mas como o Diogo Alves disse, um otimo transporte urbano e pra nos que somos aficcionados por grandes bolidos, os nossos carangos populares nao passam nem perto de uma comparação.

    floww

    ResponderExcluir