13 de set de 2010

Garagem - Suspensão

Com certeza a suspensão é o item do veículo que mais sofre com o nosso pavimento, si é que podemos considerar como pavimento. Grande parte da frota brasileira, chamados carros nacionais, já saem de fabrica preparados para transitar por nossas trilhas, digo ruas. Infelizmente os carros importados, para o Brasil, não contam com o preparado necessário para conseguirem transitar sem causar grandes danos as seus sistemas de suspensão, até temos alguns capazes de tal proeza, como o Hummer!.
Suspensao Huumer H2


O sistema de suspensão tem como função dar estabilidade, conforto e dirigibilidade ao carro, tendo como principio a absorção de impacto, através de molas e amortecedores acoplados ao veículo. Uma boa suspensão é aquela que consegue manter os pneus do automóvel em contato com o solo o maior tempo possível, sem deixar de lado a segurança.
Volvo C30 sofre em nossas ruas
Podemos encontrar no mercado, comum, 3 tipos de suspensões: independente, em que cada roda recebe as irregularidades do piso sem transferir à outra do mesmo eixo(presente em carros esportivos, luxuosos e off roads); o semi-independente, no qual parte dos movimentos é repassada(carros intermediários); e o totalmente dependente, em que os movimentos de uma roda são percebidos na outra. Esse último é conhecido por eixo rígido(populares).

Suspensao independete com bolsas de ar
O sistema conta com uma série de componentes, dentre eles os que merecem destaque são;
Molas - É o primeiro componente a receber o impacto de qualquer irregularidade do solo, podendo ter formato espiral, feixe ou um eixo de torção.

Molas
Amortecedor - O amortecedor funciona por meio de um sistema hidráulico com o objetivo de eliminar as constantes vibrações da mola. A peça conta com um tubo de pressão e um reservatório com óleo, cuja uma pequena parte é preenchida com ar ou com gás nitrogênio (os famosos pressurizados)

Amortecedor
Barra Estabilizadora - É uma barra de amarração que interliga as torres da suspensão. O nome correto é barra anti-rolamento. A finalidade é neutralizar a inclinação da carroceria provocada pelas solicitações em curvas fortes.
Barra estabilizadora

Braços de apoio(bandejas) - São dispositivos como tensores e braços triangulares (bandejas). Servem como suporte das molas e amortecedores, sendo o responsável pela fixação do conjunto da suspensão de cada roda à carroceria.

Braço de apoio(bandeja)
Entre os sistemas de suspensão, temos duas variantes nos conjuntos finais. Um deles é conhecido como suspensão convencional e o outro do tipo McPherson. A diferença básica entre ambos é que o convencional utiliza dois braços triangulares dispostos em posições paralelas que, durante as oscilações, garantem a permanência da roda em posição perpendicular ao piso. Um situa-se na parte inferior e o outro, na superior.



Já o sistema McPherson substitui o triângulo superior por uma coluna estrutural com o amortecedor montado dentro da mola e a parte superior é fixada à carroceria por meio de batentes.

Eixo com suspensão independente

Mas qual a diferença prática? A suspensão do tipo McPherson leva vantagem por ter um custo mais baixo de produção, ocupar espaço reduzido e ter a manutenção simples, o que significa em menos gasto. De modo geral, a maioria dos carros conta com esse tipo de suspensão na dianteira.

A suspensão multi-braço ou convencional é mais utilizada no eixo traseiro de alguns veículos, principalmente quando há tração integral. Consiste de dois braços, superior e inferior, além de um outro na posição longitudinal. A mola helicoidal e o amortecedor são separados.
BMW M3 - Suspensao independente nas 4 rodas
No Brasil temos proprietários adeptos ao rebaixamento do veículo, operação não recomendada devido ao nosso vergonhoso asfalto. Para manter a segurança e dirigibilidade após o rebaixamento é necessário à atenção do dono do carro com relação os produtos adotados(novos amortecedores, molas, etc.), todos devem ser aprovados pelo INMETRO, além da altura máxima não ser menor que um valor especificado pelo mesmo.


Existem outros sistemas, pouco utilizados ainda, como a suspensão a ar, onde as molas são substituídas por bolsas de ar, tornando mais confortável o carro. Alguns carros contam com um sistema que ajuda a transpor obstáculos mais altos, como entradas de garagem. Utiliza mecanismos que elevam o carro em alguns centímetros e em determinada velocidade volta a altura do veículo ao normal.
Lamborghini Murcielago - Conta com um sistema chamado Lift system



Cuide bem da sua suspensão, evitando acertar buracos, passar muito rápido em lombadas, entrar com cuidado em garagens e procurando ruas decentes para trafegar. Lembrando que não existe prazo de validade para seus componentes, são trocados somente quando apresentam quebra ou fadiga devido ao seu uso.

Um vídeo mostrando o funcionamento da suspensao independente!!

1 comentários:

  1. Parabéns! Ótima matéria, bem completa ainda mais com esse último video!

    Abraço

    ResponderExcluir